É em Silves a melhor maternidade de linces-ibéricos do mundo.

Foi celebrado no passado mês de Novembro o 10º aniversário do Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico que registou a maior taxa de sucesso e já pelo segundo ano consecutivo, das 17 crias que nasceram, todas continuam vivas.

Tudo começou em Maio de 2009, na Herdade das Santinhas, em Silves. Segundo declarações feitas à Sulinformação,Rodrigo Serra, biólogo e diretor do CNRLI foram anos difíceis:

«Eu perdi anos de vida! Porque, naturalmente, o arranque de um centro desta natureza é sempre uma coisa complicada. Os animais que se recebe ou são animais que tiveram problemas noutros centros, ou são imaturos, que estão nas suas primeiras tentativas de reprodução».

A Consejeria Andaluza de Agricultura disponibilizou os dados mais recentes do Programa de Crias em Cativeiro de Lince Ibérico,no total nasceram 53 linces ibéricos nesta temporada, provenientes de 18 ninhadas, em quatro dos cinco centros de reprodução que existem em Portugal e Espanha. Dos 53, conseguiram sobreviver 44.

O lince-ibérico era até 2015 uma espécie em perigo crítico e agora é considerada uma espécie em perigo, sendo assim o felino mais ameaçado do mundo. Se o lince-ibérico for considerado extinto, será o primeiro felino a desaparecer desde há 10 000 anos Sendo assim a reprodução em cativeiro é a solução para evitar o fim da espécie.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here