Em 2020 já não há sacos de plástico no Lidl.

A medida começou a ser implementada em Maio e faseadamente até Dezembro, o Lidl acabou com todos os sacos de plástico. A cadeia Alemã vai assim deixar de vender em Portugal cerca de 25 milhões de sacos, o que correspondia a 2,5 milhões de euros de faturação anual. Desde que chegou a Portugal que o Lidl cobra pelos sacos plásticos.

Em Espanha esta medida já tinha sido tomada, apostando na venda dos sacos de ráfia; na Alemanha a decisão foi aplicada há mais de um ano e o resultado foi o fim de mais de cem milhões de sacos de plástico por ano, equivalente a 3.500 toneladas.

“Como alternativa aos sacos de plástico, a empresa disponibilizará aos seus clientes sacos de papel em dois tamanhos, médio e grande, vendidos a 10 e 14 cêntimos respetivamente, com 60% a 70% de pasta de papel reciclada na sua composição e certificação FSC Misto (embalagens provenientes de fontes responsáveis)”, disse a cadeia em comunicado,“desta forma, o Lidl torna-se na primeira empresa do setor de retalho alimentar, em Portugal, a tomar esta medida”

De acordo com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), “cada português utiliza, em média, 466 sacos de plástico por ano, e esta medida corresponderá a menos 675 toneladas de plástico no ambiente”, por ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here