3.2 milhões de euros investidos em criar queijo vegan pela gigante Kraft Heinz

O aglomerado Kraft Heinz investiu em 3.5 milhões de euros na Startup New Culture. Esta empresa é oriunda da Nova Zelândia e especializada em biotecnologia. Um dos grandes objectivos deste investimento é criar uma alternativa realista à famosa mozarella.

O processo é complexo mas em suma usa a fermentação para dar o sabor realista ao queijo sem que seja necessário qualquer animal. São dadas ordens à levedura a nível genético e por isso na fermentação ela começa a produzir proteínas de leite.

Este processo pretende recriar a textura e paladar do queijo, neste caso a mozarella, uma vez que nas palavras da co-fundadora Inja Radman o queijo vegan sem essas proteínas “não funciona”.

A empresa está por isso a tentar recriar em laboratório uma caseína especial que só é produzida por mamíferos e que dá o verdadeiro sabor ao queijo.

A indústria do queijo vegan representa 1,9 mil milhões em vendas a nível mundial sendo que o homónimo de origem animal representa 110 mil milhões.

Neste momento existem várias Startups a trabalhar no conceito de queijo vegan e no melhoramento de processos de produção o que deverá originar uma radical baixa de preços e disponibilidade de produto no futuro.

Já existem em Portugal alguns queijos veganos de alta qualidade como por exemplo os produtos da Violife.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here