Escola de economia e ciência política de Londres vai banir a carne bovina.

A ativista estudantil da LSE (London School of Economics and Political Science) Phoebe Woodruff propôs a proibição da carne bovina numa reunião do sindicato estudantil, que levou o órgão sindical a votar para remover a carne bovina do menu do campus e substituí-la por opções veganas.

Mais estudantes do que nunca estão à procura de minimizar a sua pegada ambiental — e cortar carne, ovos e laticínios é a melhor e mais fácil maneira de fazer isso”, disse Phoebe. “É encorajador ver a LSE tomar uma posição para proteger os animais e o meio ambiente. Todos que desejam comer com compaixão podem fazer a mudança para um estilo de vida vegano e hoje — nunca foi tão fácil.”

A união estudantil da Escola de economia e ciência política de Londres (London School of Economics and Political Science) votou recentemente a proibição da carne bovina em todo o campus, num esforço ao combate das alterações climáticas. Esta votação segue uma série de outras instituições que baniram a carne bovina nos últimos meses, como a Universidade de Cambridge, a Universidade de East Anglia, os Ourives da Universidade de Londres e a Universidade de Coimbra, em Portugal. O sindicato estudantil está agora a pressionar as autoridades escolares para implementarem a proibição. A LSE diz que já tomou medidas para oferecer mais opções à base de plantas , incluindo já existem dois cafés vegetarianos no campus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here